Kabbalah da Semana


Kabbalah para a semana:

29 de Outubro á 04 de Novembro de 2017

Esta semana meditemos sobre a letra sagrada das Escrituras: Ayn para o início da semana e Vav para o término da semana.

Ayn


Letra Ayn valor 70.

Caminho da Árvore da Vida 28 de Netzha a Yesod.
A letra Ayn parece um Y , contém dois Yod, um para cada olho, dois traços na diagonal representando os ouvidos, que levam a um canal central de processamento do que vemos passando pelo Nariz e boca, Ayn está muito relacionado com os Sentidos, sendo o sentido mestre a Visão. 
O rei Salomão diz que o " Sábio tem os olhos na Cabeça", ou seja que teus olhos sejam os olhos de Kether a coroa de Deus. A cabeça tem de saber interpretar o que vê ou seja a consciência e a Consciência de Deus está na Benção com o que fez todo o Universo, ou seja , por sua grande compaixão.
Ayn significa olho, significa ver , visão, previsão, perceber, ver o que pode ser visto e o quê não pode ser visto com olhos comuns.
Ayn é o Olho da Providência, o olhar do Criador sobre nós, o Olho que Tudo Vê que é um Anjo ligado diretamente ao Criador tem a função de ser seus olhos no universo e manifestar sua Glória e poder, por isso é representado pelo Triangulo, raios e Olho. É uma consciência/inteligência criada por Deus assim como é o Espirito Santo, e por si só muito especial.
No ser humano é o olhar do Tzadi, do justo, do Santo, do profeta vidente.
Ayn é olhar para fora , olhar para dentro , olhar para o outro e ver a si mesmo, por isso deve-se perder o olho do Julgamento, O Ayn de Deus é que julga, nunca devemos fazer isso, Ayn não é concordar com o que é errado, devemos ver o que é Certo, todos tem coisas boas, boas qualidades assim com más qualidades, o olhar do Justo é ver o que é bom, fazer com que esse bom se expresse e finalmente corrigir o que está desequilibrado., quando o Justo aponta uma má qualidade em alguém é sempre no objetivo de mostrar que existe uma outra ponta- a boa qualidade, mas existe uma regra para isso, as boas qualidades estão a direita da Árvore, o hebraico se lê da Direita para Esquerda, justamente por isso, para ver primeiramente o que é bom, no centro o belo e finalmente a esquerda o que é justo, então o Justo começa sempre vendo o bem, enumerando o que é positivo, depois o que está no centro da questão para só depois observar o que está desequilibrado.
Infelizmente grande maioria das línguas ocidentais fazem justamente o contrário, nos ensinam a pensar da Esquerda para Direita, vemos sempre a Sobra para depois observarmos a luz, então o processo é doloroso, extirpante, queremos ver os defeitos, vemos tantos defeitos que quando a luz ou a amor aparecem mal conseguimos senti-lo, apreciá-lo, fica tudo diluído nas sentimentos de culpa, raiva, indignação, falta e sofrimento que a força da Luz se torna quase que inoperante e por vezes indesejada. 
Por isso Ayn deve ter compaixão ou se transforma no Ayn haran o olho do mal, o olhar do profano, do ímpio, do que não tem piedade, se transforma em olhar de inveja, mau olhado, preconceitos, olhar da fúria, da guerra. 
Yahoushua no evangelho de Matatyahu 7:5 (Mateus ) ensina isso de forma contundente:
"Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão.

Para entendermos essa lei simples basta analisarmos com maior profundidade o símbolo da Justiça, descortinando seu romantismo (a justiça é cega e imparcial), muitas vezes representado pela Deusa Têmis, uma mulher vendada portanto uma balança na mão esquerda e uma espada na mão direita. 
O feminino está a esquerda na coluna da Severidade que é a coluna do Feminino, da Mãe, portanto o feminino é uma força poderosa, de fato, é a coluna da emoção, não da razão, quero lembrar que aqui trato da força arquétipa e não da condição carnal do feminino popularmente hoje chamada gênero. A energia do feminino está a esquerda da Árvore e julga (sephirot de guevurah) e no seu julgamento, não enxerga, é cego (julgar emotivamente), não enxerga a própria balança a qual sustenta em sua mão esquerda (somente a sente), para sentir precisa entender antes (sephirot binah) , mas como está cega, somente poderá se guiar por indícios, provas, circunstâncias, testemunhos, pelo que foi dito, escrito (uma das importâncias do código penal ou cível, as leis dos homens). Esta é a Justiça a qual os Homens se entregam, cega e armada, por mais que se tente, lhe é impossível ser imparcial e justa, ela está cega para os acontecimentos externos, para não ser influenciada, mas mergulhada em seus próprio sentir, ser, ou seja no escopo de suas leis. O problema maior está aqui, neste ponto, se seus sentimentos, suas leis, seus atributos e escopos, são perfeitos, tudo seria perfeito, mas quando alimentada somente por leis falhas e modus operantis falho, assim será . Curiosamente quando vemos a representação da mesma Deusa Têmis sem a venda, ela representa a Justiça Social, a justiça social depende da justiça ter seus olhos desvendados para que todos sejam iguais perante a Lei! Eis o Ayn na justiça. Para que se haja justiça equilibrada, imparcial e verdadeira, nossa justiça deve ter os olhos Divinos, o Olho da Providência manifesto, abram os olhos espirituais todos os que realmente querem justiça!

Se as pessoas entendessem isso, se pedissem o que é bom antes de pedir a severidade da justiça, o mundo seria melhor, se nossos políticos , magistrados e advogados, os legisladores aprendessem isso , o mundo seria muito melhor. Não basta pedirmos cadeia, prisão, vai pagar, isso não trará paz ou a verdadeira Correção (tikun), não traz a vida de volta, não traz educação, não devolve valores, punir é a perda dos valores, é extirpar, é a lei do Talião . Isso não isenta o criminoso de quitar suas falhas, mas existe diferença entre Punir e Redimir, Deus Redime, não pune simplesmente. 
E quem entender bem esta lição e olhar tudo com os olhos da Compaixão, com o olhar dos Justos, obterá as bençãos descritas pelo profeta Joel 
Joel 2:28
E há de ser que, depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões.
O Talmud nos ensina : Quem é sábio - Aquele que sabe ver o Futuro, um Profeta.
Yahoushua (Jesus o Cristo) ensinou muitas coisas sobre Ayn, o poder do Olhar Espiritual, curou cegos restituindo-lhes a visão, curou com um simples olhar seu diversas enfermidades, afastou demônios, abriu os olhos dos seus discípulos e pessoas que o ouviram e acompanharam sua trajetória neste planeta. Yahoushua nos ensina como obter esta forma especial de poder ver tudo ao nosso redor.

O Valor de Ayn 70 é um número poderoso e mágico dentro dos cálculos de Gerações 
está contida na palavra Sanhedrin o Conselho dos 70 sábios de Israel instituídos por (Moshé) Moisés.
A bíblia nos ensina no salmo 90 que 70 anos é o tempo de se viver uma Geração, e que o que passar disso (80, 90 até 120 anos) é uma indulgencia do Senhor
Curiosamente antes, nas gerações anteriores ao último e grande Dilúvio, os homens viviam por muitos séculos.
Aqui está um indicativo que nossa Raça vivia por muitos séculos quando éramos espelho de Deus nesta terra e por conta de sua queda, foi perdendo este dom. 
Aqui está um indicativo que nossa Raça vivia por muitos séculos quando éramos espelho de Deus nesta terra e por conta de sua queda, foi perdendo este dom, ( de 600 a 900 anos) como Adão, Matusalém, Enoque, Enos entre outros, Este tempo foi encurtando para 500 anos, 400 anos, 300 anos, 200 anos em se fixou em 120 anos no máximo.
Isso se deu a partir do nascimento de José a 13ª geração após o Diluvio (mais abaixo vamos entender algumas das ligações entre os números 4, 7 e número 13).
Em Genesis 4 (não por acaso este número no capítulo) aprendemos que existiam outros homens, Caim tem medo após seu crime e que ele fosse torturado e morto pelos outros homens é neste capítulo que temos a narrativa do Primeiro Nascimento da Raça Humana pela Raça Humana (ou seja homem substituindo a feitura do Criador) e do primeiro Assassinato, o crime de se destruir um Universo, uma criação de Deus.
Gênesis 4
Ouvir
1 E conheceu Adão a Eva, sua mulher, e ela concebeu e deu à luz a Caim, e disse: Alcancei do SENHOR um homem.
2 E deu à luz mais a seu irmão Abel; e Abel foi pastor de ovelhas, e Caim foi lavrador da terra.
3 E aconteceu ao cabo de dias que Caim trouxe do fruto da terra uma oferta ao Senhor.
4 E Abel também trouxe dos primogênitos das suas ovelhas, e da sua gordura; e atentou o Senhor para Abel e para a sua oferta.
5 Mas para Caim e para a sua oferta não atentou. E irou-se Caim fortemente, e descaiu-lhe o semblante.
6 E o Senhor disse a Caim: Por que te iraste? E por que descaiu o teu semblante?
7 Se bem fizeres, não é certo que serás aceito? E se não fizeres bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo, mas sobre ele deves dominar.
8 E falou Caim com o seu irmão Abel; e sucedeu que, estando eles no campo, se levantou Caim contra o seu irmão Abel, e o matou.
9 E disse o Senhor a Caim: Onde está Abel, teu irmão? E ele disse: Não sei; sou eu guardador do meu irmão?
10 E disse Deus: Que fizeste? A voz do sangue do teu irmão clama a mim desde a terra.
11 E agora maldito és tu desde a terra, que abriu a sua boca para receber da tua mão o sangue do teu irmão.
12 Quando lavrares a terra, não te dará mais a sua força; fugitivo e vagabundo serás na terra.
13 Então disse Caim ao Senhor: É maior a minha maldade que a que possa ser perdoada.
14 Eis que hoje me lanças da face da terra, e da tua face me esconderei; e serei fugitivo e vagabundo na terra, e será que todo aquele que me achar, me matará.
15 O Senhor, porém, disse-lhe: Portanto qualquer que matar a Caim, sete vezes será castigado. E pôs o Senhor um sinal em Caim, para que o não ferisse qualquer que o achasse.
Punir por 7 gerações antigas de antes do dilúvio 900 X 7 
Vamos contemplar alguns dos mistérios do Número 7, 70 e do Número 13
No Sétimo Dia Deus descansou, ele deixou toda a Criação Pronta, este dia (bilhões de anos) o sétimo Período após o universo ter se formado e a vida ter surgido nos planetas, e ter formado vida inteligente, então acontece o Retorno da Luz a sua dimensão inicial, por isso o texto diz que Deus descansou, após a grande expansão, há uma grande contração, o grande retorno. 
Deus deixou suas leis governando o Universo criado (phisis- methematikus) permeia o universo com seu Amor (gravitus) , aquilo que mantém tudo coeso e coloca a exatidão consciente (metaphisis) para equilibrar cada passagem das dimensões da totalidade da Criação (pleroma). Eis os mistérios de Deus residir no Sétimo Céu. 
Jesus diz que devemos perdoar 70X7 
Mateus 18:21-22
Então Pedro aproximou-se de Jesus e perguntou: "Senhor, quantas vezes deverei perdoar a meu irmão quando ele pecar contra mim? Até sete vezes?"
22 Jesus respondeu: "Eu digo a você: Não até sete, mas até setenta vezes sete.
70X7 = 490 redução = 13 número do Arcano da Morte se continuarmos reduzindo encontramos o número 4, número da matéria e da Terra, do que nasce e perece. Na China e Japão Shi é a escrita e pronuncia do número quatro mas também significa Morte (sangaku a kaballah japonesa).

Existem muitos mistérios sobre o 7 e seus múltiplos nas escrituras, assim como uma forte conexão com a letra Zayn que é Espada a qual já falamos anteriormente, ou seja uma dar forças da justiça. 
Deus usou Sete verbos, As sete palavras no primeiro verso da Bíblia têm exatamente 28 letras (7 × 4).
A gematria das primeiras e últimas letras da primeira metade do verso é 42 (7 × 6).
O valor gematria das primeiras e últimas letras da segunda metade é 91 (7 × 13).
Os substantivos têm 14 letras (7 × 2).
A soma dos substantivos (Deus, céu e terra) é 777 (7 × 111).
O valor de lugar desses substantivos é 147 (7 × 21).
O verbo hebraico Criador tem um valor de 203 (7 × 29).
Céus e Terra ambos tem 7 letras em hebraico
A soma das últimas letras da primeira palavra dita por Deus e da última palavra descrita no Gênesis é 490 (7 × 70).
A expressão Reino de Deus usada por Cristo em Hebraico tem o valor 490 na soma das letras.
Outras expressões calculadas:
Pai das Luzes = 490 
De fora da Terra nos observam = 490
Centro da Galáxia =490
Última Dimensão = 490
Sagrado Coração = 490
Reconciliar Espirito e Matéria= 490

Perdoar 70X7 é vencer a Morte , Yahoushua ensinou aqui uma chave da Ressurreição, perdoar quantas vezes for necessário até vencer o último e derradeiro inimigo , A morte.
A etmologia da Palavra Perdão , perdonare= o prefixo per significa limpar com plenitude, de lavar para alcançar a plenitude, o verbo donar , doar ofertar, presentear, agraciar (máxima dádiva).
Todo o ensinamento sobre o Olhar resulta nesta grande Kaballah ensinada pelo Mestre dos Mestres e não podia ser para outro discípulo, tinha de ser para São Pedro, pois ele era uma encarnação viva do signo de Sagitário e Emissário de Júpiter, Pedro tinha muitas dificuldades com o Perdão, muitas vezes deixava-se agir pela Cólera, tinha uma forte rusga com Matheus e o desprezava por ser cobrador de impostos. 
O que nos Leva a Letra do Fim da Semana, Vav 

Vav


Valor 6
Na Arvore da vida é o Caminho 16 que leva de Hochmah - a sabedoria até Hessed a Misericórdia. 
Vav é a terceira letra do nome de Deus , está no conceito do nome de Eva 
O nome Eva deriva do hebraico haváh, que significa "vivente", raiz de Chaim Vida, mas o mais correto seria a Não Existência que se traduz como Eterno ou seja imperecível, Deus é , Deus não existe pois tudo que existe perece, mas tudo que é Permanece.
Eva, a costela, Havah, após Yod vem Hei e depois de Hei vem Vav então HV Havah que lido de tráz para frente é idêntico, eis a vida Eterna. Havah significa Essência Imperecível Viva!
Ual , está vivo, não é algo morto!, não espere morrer para alcançar a vida eterna, se fosse assim o Eterno não nos teria dado sua Palavra, seu ensinamento, a santa Torah do antigo e do Novo Testamento (Brit hadashah) para aprendizado quando estamos vivos, bastava para isso começarmos quando mortos! É quando aqui encarnados estamos que devemos alcançar a sabedoria para vencermos a Morte!
Para aqueles que acham que a Bíblia, o Alcorão, ou escrituras antigas como os Vedas, os Upanishads, ou do Gita estão ultrapassados pela ciência moderna, aqui vai uma casquinha da coisa:
Existem 304.803 letras para escrever as palavras do Antigo Testamento, a Kaballah nos ensina que temos de decodificarmos através de fórmulas, de algoritmos e permutações destas letras para entendermos todo o valor da Mensagem
A primeira Letra é Beith de barah, criação, e a ultima letra do Antigo Testamento é Lamed 
juntas formam o Coração e é justamente desta última letra que nasce toda a ideia do Novo Testamento, o ensinamento para se alcançar o Coração, Tipheret o centro de Deus. 
Existem 4 níveis de interpretação sendo que o ultimo chamado Sod contém 7 fórmulas de decifração gerando 72 níveis de estruturas de textos que após calculados, nos levam á :
Algo 7 Vezes maior que um Googol Plex! (um numero 1 com tantos zeros que precisaríamos do espaço do atual universo para terminá-lo de ser gravado).
Existem 27 livros que compõem o Novo Testamento (sem cotar os apócrifos) 
A soma das palavras dos Quatro Evangelhos e mais o apocalipse produzem um numero Pi infinito. 
Então, no meio do nome de Deus está a vida Eterna, a verdadeira e imortal vida, sendo a morte mera passagem ilusória para aquilo que é perecível. 
O valor indica o Sexto dia da Criação onde Deus criou o Homem.
O formato de Vav é como um gancho, é aquilo que conecta, que liga, se perdemos a ligação com o Eterno, precisamos religar, eis o valor das Religiões, Religare. 
Se Vav está em desequilíbrio, ele ao invés de ligar, ele prende, eis a problemática dos excessos religiosos, quando movidos pelo ego, pela força da imposição, pelo desprezo as verdadeiras leis divinas, somente comandados pelas leis e dogmas humanos, toda a conexão especial se perde e se torna uma prisão e mutias vezes um tribunal inquisitório, Vav é a vontade de Deus, não é a vontade dos homens que no geral percebem seu Shaitan (Satã), seu opositor, pois o desejo humano se opõem ao Desejo de Deus quando pensa somente em satisfazer a sua própria felicidade e prazeres. Deus não condenou a Felicidade, Ele é a Felicidade, Deus não condenou o prazer, Ele é todo o Gozo, todo Amor, todo o Bem. 
Em Vav temos de nos conectar com Deus e com Eva, nossa Alma Eterna, imperecível, eis outro Mistério da Ressurreição aqui ensinado, Quem tiver olhos que Veja.
Limpem a trave dos olhos e se conectem ao Eterno.
Boa Semana
A Ordem Templária quando escavou o Templo de Salomão na fundação do reino Cristão em Jerusalém, obteve o segredo do plano descrito dentro da Arca da Aliança e do Conserto, A Ordem dos Sagrados Cavaleiros Templários Jinai preserva este conhecimento, ensina sua aplicação para todos que aspirem evoluir através do aprimoramento e estudo nos 4 pilares revelados do entendimento e no pilar oculto da sabedoria.
Muitas bençãos do Eterno
Gr.'. Mt.'. BSH.'.
Torne-se um templário!
Saiba mais sobre o mistério poderoso da astrologia cabalística e do urin tumin em ;
templarjinai.org




Kabbalah para a semana:

22 á 28 de Outubro de 2017

Esta semana meditemos sobre a letra sagrada das Escrituras: Pei para o inicio da semana e Kaf para o termino da semana.

Pei


Pei valor 80
Na Arvore da Vida é guardiã dos mistérios do Caminho 27 que conduz de Netzha a Hod, em hebraico Pei significa boca, é a força divina do verbo , da comunicação, do poder da fala, palavra e escrita. seu valor 80 mostra a maturidade, Moises tinha 80 anos quando cedeu ao chamado de Deus para cumprir sua missão. Moisés falou com Deus Face a Face, Boca a Boca.
Mas Moisés tinha problema em se comunicar, uma interpretação disso era que Moisés era gago, por isso achava que nunca seria um bom lider, A resposta de Deus sobre suas limitações está gravada em Exodo 4
Então disse Moisés ao Senhor: Ah, meu Senhor! eu não sou homem eloqüente, nem de ontem nem de anteontem, nem ainda desde que tens falado ao teu servo; porque sou pesado de boca e pesado de língua.
E disse-lhe o Senhor: Quem fez a boca do homem? ou quem fez o mudo, ou o surdo, ou o que vê, ou o cego? Não sou eu, o Senhor?
Vai, pois, agora, e eu serei com a tua boca e te ensinarei o que hás de falar.
Êxodo 4:10-12
O verbo cria ou destrói, a palavra é poderosa, tem fundamentos no plano da Criação até descer no plano Material, um importante axioma hermético diz: "Cuidado com aquilo que pedes pois serás atendido". Devemos ter consciência do que falamos, dos sentimentos que expomos, das opiniões, calúnias, objeções, de como falamos e qual o motivo mesmo por que falamos, se defendemos a causa de a A ou B.
Pei nos ensina que foi com a palavra que Deus, criou tudo (Evangelho de João e Genesis)
João I
No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.
Ele estava no princípio com Deus.
Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez.
Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens.
E a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam.
João 1:1-5
Genesis I
No princípio criou Deus o céu e a terra.
2 E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.
3 E disse Deus: Haja luz; e houve luz.
Assim também o homem cria seu mundo com sua palavra, leis, conceitos abstratos, regras, e com a palavra, um exemplo disso é que através da sabedoria aprendida na Ordem Templária, entendemos que o poder da palavra, está na construção subjetiva (como a linguagem escrita) , que são um conjunto de símbolos subjetivos que passam por intersubjetivo do abstrato ao concreto, estas forças então através da vontade se tornam objetivas.
Pensar é a palavra ou desejo ainda imanifesto, mas somente através da palavra e depopis da ação que se torna concreto, Pei nos indica isso.
Por isso vemos grande poder na Oração e na Invocação. Por isso vemos grande poder no discurso e na retórica. Na Poesia e na Eloquencia. 
Discursos mudaram o rumo de nossa história, idéias e teorias, leis, a palavra nos comove, move, e comanda, eis o poder das Escrituras,da Lei Divina que chamamos respeitosamente de " a Palavra de Deus". 
A oração deve ser feita em particular sempre, com coração e intensões puras, como ensinou Yahoushua (Jesus o Cristo). Para ter poder de realização, ela deve ser materializada em som, a vocalização das palavras com consciência é um atributo Humano, Mateus 7;7 Pedi, e vos será concedido, buscai e encontrareis, batei e vos será aberta a porta (oberserva bem esta sequencia de esinamentos, manifeste o pedido, depois buscai realizá-lo e se preciso batei a porta dos colaboradores). Eis a força da Ordem Templária. 
Dezenas de animais vocalizam sons, se comunicam pór gesto, som ou odores, nós também, poucos animais reproduzem vocalização de consoantes e vogais, como papagaios, corvos e caturritas, aves-lira, estorninhos, piriquitos dentre outros, também existem comunicações como a dos golfinhos, baleias, morcegos, insetos como as abelhas, que se comunicam por vibrações, ultra sons e demais formas complexas. 
Sim tudo isso são formas de comunicação, mas O VERBO significa a Comunicação que Cria. 
Nenhum animal a não ser o homem tem o poder de alterar a vida de bilhoes de seres com uma única palavra dita ou escrita. Esse é o poder de Pei que foi dado ao Homem para ser usado com Sabedoria para zelar pelas espécies deste mundo. Para os Animais, nossa éspecie é como um deus. Pei indica falar e criar com responsabilidade.
A luz e força ativa de Pei é despertada quando temos Gratidão, o sentimento de agradecimento, começando a gratidão ao Eterno por ter criado o Universo. 
Se você não acredita em Deus não se preocupe, o Cosmos existe assim mesmo, surgiu por um estrondo enorme convencionalmente chamado Big Bang, ou da atual Big Bounce (Grande Retorno), onde o Big Bang ocorre depois de um colapso de ondas, o qu edá no mesmo, Verbo é vibração, da luz ao som do som a materia. E de qualquer forma não exclui a pergunta que não quer Calar - se o Big Bang iniciou tudo, quem fez a explosão? , ou o que fez gerar a explosão do grande som. Se o Big bounce foi o inicio, quem ou o que fez colapsar tudo?. Não tenho todas as respotas, a ciencia também não tem, as religiões também não possuem todas a s respostas, como templário, estudo e aprendo cada vez mais sobre a Criação e por consequencia sobre o que ou quem a criou. 
Quando estudamos profundamente matemática e geometria, fica óbvio algum tipo de Design Inteligente, onde mesmo sobre as forças caóticas, vemos Ordem, basta estudar os números Pi e Phi e sua manisfestação em tudo, basta estudar o poder de um algoritimo que se faz constante no universo em diversos planos de manifestação, na física, na cosmologia, na biologia, na própria lei da Evolução. Recentemente os cientistas descobriram que a mesma quantidade de matéria existente, está em proporção exata com a Anti matéria , exatamente como os antigos cansaram de mostrar com o Yn Yang do Taichi, com os ensinamentos Alquímicos das polaridades analogas, com o ensinamento da cabalístico de Luz e Sombras , do lado esquerdo e direito da Arvore da Vida e das teorias Astrológicas. 
Esse antigo ensinamento Templário baseado nos ensinamentos do Messias traduz bem todo o processo da criação:
Bendito Aquele que disse pois criou o Todo.
Bendito quem escuta Aquele que disse pois aprende a co-criar
Bendito quem age de forma sábia após ouvir quem Disse e quem escuta. 
Como diz Yahoushua, Quem tiver olhos que veja, quem tiver ouvidos que ouça!
O que nos conduz a Kaf.


Kaf


Valor 20
Na Árvore da Vida é guardiã dos mistérios do Caminho 21 que conduz de Hessed a Netzha.
Kaf está contido na palavra Malkut o Reino.
Kaf Realiza para quem tem olhos para Ver o Reino.
Kaf significa A palma da mão, ou seja o poder de realizar, a habilidade ou Arte
O homem cria com suas mãos, eis o Divino Arquiteto que com suas "mãos- leis divinas" moldam o Todo.
nossa raça, a Adamica, recebeu Kaf, ou seja o poder de realizar com as mãos, de criar objetos cada vez mais úteis e complexos.
Todo reino tem um Rei Malak e uma Rainha Malka , ambos contém Kaf em sua escrita. 
Coroa e Mão signifcar poder de ação , de comandar. 
Assumir as responsabilidades para com o Reino vem antes dos prazeres do cargo ao se reinar (muitos goveranntes deveriam aprender esta regra simples, pois isso criaria um mundo mais justo e equilibrado). 
Que cada um possa ver o Reino assim como ajudar a criá-lo e mantê-lo.
E que cada um reflitaem seu intimo o quanto faz para isso.
Em nome do Eterno

Boa Semana.
Gr.'. Mt.'. BSH.'.


Kabbalah para a semana:

15 á 21 de Outubro de 2017

Esta semana meditemos sobre a letra sagrada das Escrituras

Letra Nun 



14 letra do alfabeto Sagrado
Valor 50 ou Quinto dia da Criação
24 caminho da Arvore da vida, que liga Tipheret a Netzah
A vitória do Messias sobre as almas humanas.

50 dias a partir do Êxodo até a entrega da Torá (50 dias para a contagem do Omer)
50 anos para um Ano do Jubileu (Yovel)
50 referências a Êxodo na Torah
50 anos de idade antes de uma pessoa ter sabedoria
50 portas da sabedoria

Nun significa Peixe em hebraico,

Vem da raiz nav = brotar e nnun = florescer, ou vicejar.
Em contra partida, a letra Nun também está relacionada ao seu negativo , neschtahat=perecer, degenerar 
nanah = lamentar, sofrer 
Nun refere-se a abundância , a prosperidade, mas também a perda, ao nascimento e a morte.

Haviam dois Nuns gravados nos dois querubins que pairavam sobre a Arca da Aliança indicação do poder sobre a vida e a morte.

Yahoushua nasceu na Era de Peixes, tinha o peixe como um de seus ensinamentos mais profundos usou esta grande criação do Eterno pois os peixes são a primeira forma de vida evoluída na Terra, criação do Quinto Dia (quinta fase da criação, não confundir com dia em si mesmo)
Gênesis 1 :20

E disse Deus: Produzam as águas abundantemente répteis de alma vivente; e voem as aves sobre a face da expansão dos céus.
E Deus criou as grandes baleias, e todo o réptil de alma vivente que as águas abundantemente produziram conforme as suas espécies; e toda a ave de asas conforme a sua espécie; e viu Deus que era bom.

Então Deus os abençoou, declarando: “Sede fecundos, multiplicai-vos! Enchei as águas dos mares. E que também as aves se multipliquem na terra!

Muitos Milagres de Yahoushua (Jesus o Cristo) estão especialmente ligados ao Peixe, ao mostrar que havia um cardume enorme de peixes, mesmo quando São Pedro que era um experiente pescador já havia previamente tentado pescar enumeras vezes e voltado de rede vazia. Pedro então foi novamente com seu barco testar a visão deste rabi louco e pescou uma enorme quantidade de peixes.

Senhor, tendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos; porém sobre a tua palavra lançarei as redes.» (Lucas 5:5)

Assim que o fizeram, "apanharam uma grande quantidade de peixe; e as redes rompiam-se.", sendo necessária a ajuda de um outro barco. Quando Pedro viu a quantidade de peixes que apanharam, suficiente para encher os dois barcos a ponto de quase afundá-los, ele caiu aos pés de Jesus e disse "Retira-te de mim, Senhor, porque sou um homem pecador", ao que Jesus respondeu: "Não temas; de ora em diante serás pescador de homens.". Após o evento, além de Pedro, Tiago e João abandonaram tudo e passaram a seguir Jesus.

A segunda Pesca Milagrosa aparece em João 21 onde Jesus já Ressurecto aparece aos apóstolos:

Sete discípulos - Pedro, Tomé Dídimo, Natanael, os filhos de Zebedeu (Tiago e João) e dois outros - decidiram ir pescar na noite seguinte à ressurreição de Jesus, sem sucesso nenhum. No alvorecer do dia seguinte, Jesus (que eles não reconheceram) os chamou a partir da margem: «Moços, apanhastes algum peixe?» (João 21:5). Quando eles reponderam que não (a questão, em grego, usa uma partícula para a qual se espera uma resposta negativa), Jesus respondeu: "Lançai a rede à direita da barca, e achareis.", o que eles fizeram e "já não podiam puxá-la por causa do grande número de peixes."
Jogar a rede do lado direito significa, A direita da Arvore da Vida estão as colunas Hochma = sabedoria, Hessed =misericórdia e Netzah = vitória, então o sábio é um homem misericordioso como assim ensinam os salmos, e com isso Deus lhes dá a vitória (aqui a prosperidade, simbolizada pelos peixes). O sábio sabe elevar seu pensamento a Urano ( o céu, a transcendência, planeta regente de Aquário) age de forma magnânima e benéfica como Júpiter o Pai dos Céus , Planeta de regente de Sagitário e obtém as beneses, a beleza, a boa vida, a felicidade, a prosperidade de Vênus, planeta regente de Touro e Libra.
Percebendo então a identidade do estranho, João o discípulo que Jesus amava disse a Pedro: "É o Senhor!", o que fez com que Simão Pedro pulasse na água para ir ao seu encontro , enquanto que os demais discípulos o seguiram no barco, rebocando a rede, que se mostrou «cheia de cento e cinquenta e três grandes peixes» (João 21:11). Jesus então assou e comeu alguns deles com os discípulos.
153 peixes, 1+5+3 = 9 a letra Tet , a letra do cajado de Moisés com a Serpente, o símbolo da cura, e da alquimia , da transformação, a potência masculina criativa, curiosamente esta passagem de Moisés curando no deserto com o cajado é uma prévia do Messias curando pregado em sua cruz.

Talvez o mais famoso milagre ensinado através dos peixes está na multiplicação dos pães e peixes , uma das passagens que é repetida com unanimidade pelos quatro evangelistas; Mateus 14:13-21, Marcos 6:31-44, Lucas 9:10-17 e João 6:5-15).

Quando Jesus ouviu que João Batista havia sido morto, ele recuou solitariamente para um local em Betsaida. A multidão seguiu Jesus a pé a partir das cidades da região. Quando Jesus desembarcou e viu a grande quantidade de gente presente, ele se compadeceu deles e curou seus doentes. Conforme a noite se aproximou, os discípulos chegaram até ele e disseram: "Este lugar é deserto e a hora é já passada; despede, pois, as multidões, para que, indo às aldeias, comprem alguma coisa para comer.". Jesus respondeu: "Não precisam ir; dai-lhes vós de comer.". Os discípulos retrucaram: Não temos aqui senão cinco pães e dois peixes" e Jesus pediu-lhes que lhos trouxessem.

Ele então ordenou ao povo que se sentasse na grama. Tomando os cinco pães e dois peixes e olhando para o céu, ele agradeceu e partiu os pães. Então ele os deu para os discípulos e eles os deram para o povo. Todos puderam comer e se satisfizeram, sobrando ainda aos discípulos doze cestos com pedaços de pão. O número dos que comeram era cinco mil homens, além das mulheres e crianças.

No milagre de João 21 a Segunda Pesca Miraculosa e no primeiro milagre de multiplicação dos pães vemos o fundamento do número 7 = letra Zain em Hebraico, número da completude, onde Deus terminou sua obra a Criação no sétimo dia da Criação em Genesis.

Zain significa espada, aquilo que reparte, o poder de repartir, cortar, dividir, e depois multiplicar, eis o mistério, dividir e multiplicar com a espada da Criação, ou seja com o poder do Verbo.

Zain é uma arma , a espada do Guerreiro, do cavaleiro, ou seja para enfrentar a Fome, um dos cavaleiros do Apocalipse, O Cristo usou a espada angélica contida em sua palavra e com isso dividiu e multiplicou pães e peixes. 
A espada protege a prosperidade, a arma pode proteger a paz, guardar a justiça. Proteger fracos e inocentes, afastar o opressor se bem utilizada, por mãos humildes, sábias e capazes.

Outro milagre está na passagem do pagamento dos impostos e o peixe:

"Quando chegaram a Cafarnaum, os fiscais do imposto do Templo foram a Pedro e perguntaram: 'O mestre de vocês não paga o imposto do Templo?' Pedro respondeu: 'Paga, sim'. Ao entrar em casa, Jesus adiantou-se e perguntou: 'O que é que você acha Simão? De quem os reis da terra recebem taxas ou impostos: dos filhos ou dos estrangeiros?' Pedro respondeu: 'Dos estrangeiros!' Então Jesus disse: 'Isso quer dizer que os filhos não precisam pagar. Mas, para não provocar escândalo, vá ao mar e jogue o anzol. Na boca do primeiro peixe que você pegar, vai encontrar o dinheiro para pagar o imposto. Pegue-o, e pague por mim e por você" (Mt 17,24-27).

Existe uma espécie de peixe nesta região chamado de Hemichromis sacra, ela tem por costume guardar os filhotes na boca, quando expelem os filhotes, por força de habito e instinto natural colocam pedras brilhantes e muitas vezes moedas! Além de grande conhecedor da natureza, Jesus sabia o momento exato de quando encontrar um destes.

O antigo simbolo do Cristianismo inicialmente eram os Peixes duplos em duas direções indicando vida e morte, matéria e espirito, morte e ressurreição. Um simbolo ligado a Véssica Pisces, o peixe surgindo da intersecção de dois círculos, que está ligado flor da vida, o fruto ou resultado no mundo material da Arvore da Vida.
Fundamentalmente O Messias ensinava a pescar, ele dava o peixe, mas ensinava a pescar.

Sejamos bons pescadores do Eterno
Medite sobre a letra Nun para obter a prosperidade e vitória , observe seu formato, visualize Deus criando com ela os grandes cardumes, seja também o bom pescador jogando a rede do lado direito no lago que banha a Árvore da vida. 
Boa semana!

BSH.”.


Kabalah para a semana:

08 de á 14 de Outubro de 2017

Esta semana meditemos sobre a letra sagrada das Escrituras: Aleph para o inicio da semana e Kuf para o termino da semana.

Aleph


Seu valor é 1 e zero, ou seja inumerável, 1 ou bilhões.
Na Arvore da Vida é guardiã dos mistérios do Caminho 11 que vai de Kether a coroa até hockmah a sabedoria.
Aleph indica bons começos, é uma das letras mais elevadas. Signifca a força dos bois, ou seja o que move, impulsiona. 

Aleph é a pulsação do Verbo, o som que iniciou o Todo.o som Om em sânscrito contém em segredo o som A antes do O e por isso sua grafia mutias vezes é feita com AUM.

Aleph é um Concerto, uma peça musical produzindo bilhões de harmonias divinas.
Aleph é a Letra de conexão do homem com o Eterno é o gesto do Mago apontando uma mão para o Céu outra para a Terra.
Está contido em diversas formas de se escrever os nomes de Deus em Hebraico antigo: Adonai começa com Alepf
Sozinha seu som é silencioso, daí o valor Zero, no Zero tudo é possível !
Quando acompanhada seu som torna-se A ou do pendendo E como en Echad que significa o Uno, Unidade, a afirmação da unidade em Hebraico Shamayn Israel, Adonei Elohenu Adonai Echad - Ouçam todos os que lutam ao lado de Deus (Israel) , o Senhor teu Deus é o Um.
Está contido nos Dez Mandamentos assim como nos outros 613 mandamentos do antigo textamento, onde se começa cada sentença com o termo Anoki (Eu) que é a afirmação que Deus dá a Moises, "Eu o Senhor Teu Deus te digo: Amarás ao Senhor teu deus acima de todas as coisas terrenas". 
Aleph é o começo, o Alpha em grego, ele contém a semente, o potencial de tudo para a força de cada criação da qual necessitemos. Ele nos dá o caminho e inspiração para realização da criação do mundo divino até que ela desça aqui e se manifeste na terra no universo concreto. Pluralidade na Unidade, multiplicidade na forma com uma unidade preservada sempre.
Quando entendemos Aleph entendemos as diferenças, pois inexistem, tudo tem a mesma essência , uma só monada, a ignorância sobre o que é Um e Zero, sobre finito e infinito , sobre vida e morte é afastada, eis o principio do Véu de Isis ou Manto de Nossa Senhora. Deus Pai , Deusa mãe, o Um tem o poder de iniciar, o /zero é o ventre que faz a geração se multiplicar, crescer.
O formato de Aleph é um yod superior (letra ou sinal, o ponto incial da criação, está no inicio do tetragramaton Yod Hei VAv He, valor 10) cortado por um Vav no centro (a letra do gancho, da conexão da ligação, valor 6) e por um Yod inferior (valor 10) que somados na codificação dá 10+ (6x2 pois o seis de vav é duplo um para Céu, outro para Terra) +10 = 32 e eis que o próprio Aleph contém os mistérios dos 32 Caminhos da sabedoria mais 1 que é ele mesmo e Zero.

Uma forma de entendermos o Aleph taoista é observá-lo em sua simbologia do extremo oriente. Os cavaleiros templários Jinai observam que o símbolo chinês do taichi o popular Yn e Yang é exatamente esta codificação. Dualidade na Unidade, ambas as forças a positiva e a negativa , o imaterial e o material, o masculino e o feminino, o divino e o profano, Deus e o homem, espaço e tempo, a causa e o efeito. Tudo está conectado, o que é em aparência separado, está em essência na realidade uno no Todo.

Eis o segredo do Pai nosso a poderosa oração dada por Yahoushua (Jesus o Cristo) o Messias.
"Seja feita vossa vontade assim na Terra como no Céus".
O Aleph nos convida a entendermos que a vontade do Eterno tem de ser nossa vontade e quando isso ocorre nossa vontade é a vontade do Eterno ocorre uma ressonância.
Enquanto sua vontade não for alinhada com a vontade maior, todo projeto pessoal, toda e qualquer realização será falha, confusa, dolorosa, as leis da causa e efeito terá enorme peso sobre a vontade menor egóica.
Para isso devemos entender Deus, o conhecimento sobre o Céu, um dos significados de amar a Deus). Este conhecimento está codificado e revelado nas escrituras sagradas, assim como no Universo criado, onde o Criador deixou sua sabedoria em cada aspecto da Criação.
Aleph é o inicio da sabedoria de Salomão e Eclesiastes.
Ele nos convida a abandonar tudo que é desnecessário, para ao contemplarmos a essência de nosso ser, o deus interior de cada um alcance o Deus superior, o todo no Todo.
Concentrar nossas energias no que é importante para realizamos nosso caminho.
A sombra de Aleph - o negativo é ficarmos perdidos nesta dualidade de Sagrado e Material, pesarmos na direita ou esquerda, o Messias nos convida a seguirmos o meio, o caminho direto, o da unidade! 
Aleph nos convida a meditarmos por exemplo em nosso mundo:
Já somo um só povo, uma só cultura, um só ser vivente neste mundo humano?
As nações do mundo são uma só , constituídas de valores humanos?
Em nosso país, o Brasil, temos uma unidade, estamos unidos em só só propósito, um só povo e governo?
Yahoushua (Jesus o Cristo) diz no evangelho de Matatyahu (Matheus)
12 : 25
Todo reino dividido contra si mesmo será arruinado, e toda cidade ou casa dividida contra si mesma não resistirá. 
Eis que viveremos na sombra do Aleph negativo no macro destino das nações do mundo e assim como em nossa vida pessoal enquanto não adquirimos a sabedoria da unidade.
Finalmente o que nos leva a Kuf

Kuf


A letra da Santidade 
Valor 100 
Caminho 29 de Netzha a Malkut.
Está contida em Kadosh, o Santo dos Santos, o trono divino, o lugar elevado onde se assenta o firmamento do Eterno. 
O formato de Kuf é de uma ferramenta, um machado, uma pá que está fragmentada, 
Korban começa com kuf e significa Cordeiro, o Sacrificio, ele é santificado, sagrado.
A semente se sacrifica para crescer a planta, o fruto se sacrifica para dar semente, a flor dá o perfume que alimenta e atrai os insetos, que alimentam a flor. Korban é essa relação, esse ciclo onde vida, morte, nascimento e renascimento estão unidos.
Se entendermos Aleph e praticar a Unidade em tudo que vemos, tudo se torna sagrado. O 1 obtém o zero a direita infinitamente. A santidade ( Kedushah) , se realiza quando purificamos nossa mente, nosso julgamento, nosso coração, quando retiramos as travas dos olhos como ensinou o Messias, ai sim vem a purificação do corpo em ato simbólico como o lavar as mãos e o corpo, em Kuf, tudo está interligado, ao receber o batizo, ou executarmos o mikvah, temos antes de meditar sobre nossas ações e pensamentos. Como um está interligado ao outro, as vezes o ato externo pode ajudar a reflexão interna, eis a beleza de Kuf em Aleph!
Corrigir nossa visão do mundo, nos leva ao Tikkun Olam, a correção, o Caminho da correção, ou o Caminho para Consertar o Mundo, o antigo nome da Arca da Aliança (róhn hab·beríth) é Arca do Conserto (róhn hab tikkun). A palavra tikkun tem dois Kuf no centro indicando Santo Santo! A aliança de Deus com o Homem nunca foi rompida, no entanto a aliança do homem para com Deus sempre sofre ropturas, más escolhas, desejos egoistas e tolos.
O Tikkun está indicado pelas escrituras (Torah), porém nem todo revelado, existindo níveis de entendimento e sabedoria. Ele está escrito nos Céus, na face do homem, nas suas mãos e atos, quando temos real entendimento sobre a Cabalah e suas disciplinas (astrologia profética hermética, numerologia cabalística hermética, urin e tumim, e o contato com o santo anjo guardião) somo capaz de perceber seu ensinamento e aplicá-lo em nossas vidas.

Resumindo Aleph é o que harmoniza para realizar o concerto, o grande concerto onde o Verbo, a fala , a criação com nossa palavra, voz, vontade está em harmonia com o coro de vozes do Eterno.
Kuf nos dá as ferramentas, para consertar, para sermos o Arquiteto, o Engenheiro e finalmente o Artesão só que antes temos de consertar a ferramenta (o interno) mesmo que pra isso precisemos de estimulo externo.
Ambas as formas se relacionam, Concertar e Consertar, ambas exigem sabedoria e visão desprovida de excessos. 
O excesso de santidade leva a perda dela, o fanatismo.
E a perda da Santidade é a ausência da Shekinah, a presença divina em nossas vidas. A boa aventurança, a sorte, a verdadeira felicidade e prosperidade.
Novamente o Reino estará Unificado ao grande Uno.

O Ordem Templária quando escavou o Templo de Salomão na fundação do reino Cristão em Jerusalém, obteve o segredo do plano descrito dentro da Arca da Aliança e do Conserto, A Ordem dos Sagrados Cavaleiros Templários Jinai preserva este conhecimento, ensina sua aplicação para todos que aspirem evoluir através do aprimoramento e estudo nos 4 pilares revelados do entendimento e no pilar oculto da sabedoria.
Muitas bençãos do Eterno
Gr.'. Mt.'. BSH.'.
Torne-se um templário!